Notícias

Audiência pública discute rompimento de contrato para exploração das águas minerais

09 junho 2015

Uma audiência pública requerida pelo deputado Dalmo Ribeiro discutiu, nesta terça-feira (09/06), na Assembleia Legislativa, o fim do contrato entre Copasa e Codemig para exploração das águas minerais de Araxá, Caxambu, Cambuquira e Lambari.

Durante o encontro, que contou com a presença de lideranças políticas dos municípios de Cambuquira e Lambari, o deputado Dalmo lamentou a ausência da Copasa e da Codemig.

DSC_9725

“O governo estadual deve esclarecer o motivo do encerramento do contrato entre a Codemig e a Copasa para exploração das águas minerais. No dia 1º de junho foi feito um contrato “tampão” entre as duas empresas com duração de 12 meses. Qual o motivo do rompimento e de um novo contrato entre as mesmas empresas?”, indagou o deputado.

O deputado Dalmo apresentou requerimento para que a Copasa e a Codemig encaminhem à Comissão de Assuntos Municipais e Regionalização documentos com informações do antigo e do novo contrato.

“Os prefeitos não foram avisados da atual situação da exploração das águas minerais. Há uma grande insegurança nesses municípios, pois muitos deles utilizam a água como atividade turística. O governo estadual precisa explicar o que será feito”, cobrou Dalmo Ribeiro.

Outro requerimento apresentado pelo deputado Dalmo solicita audiência pública em um dos quatro municípios para discutir a questão do rompimento do contrato para exploração das águas minerais.

Categorias de Notícias

Voltar ao topo