Foto: Geanine Nogueira (SEE/MG)

O deputado Dalmo Ribeiro comemorou a reabertura de 34 mil vagas para alunos da rede estadual a partir do dia 29 de Julho, anunciada nesta quarta-feira (26/06) pela secretária de Educação, Júlia Sant’Anna. O anúncio ocorre após pressão dos parlamentares da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). Nesta nova fase, o programa atenderá 895 escolas.

O assunto foi bastante debatido na ALMG até que o acordo de permanência do ensino integral fosse aceito. “A educação deve ser prioridade para o estado. A escola integral é um complemento do ensino regular que capacita o estudante não apenas para a vida escolar mas para a vida cidadã.”, afirmou o deputado Dalmo.

De acordo com a secretária de Educação, serão abertas 9 mil vagas a mais do que as que constavam no acordo entre a ALMG e o Governo do Estado, que previa 25 mil novas oportunidades, totalizando 34 mil vagas. Na região do sul de Minas, 96 escolas serão contempladas, oportunizando mais de 3 mil alunos. Ao final de 2019, já terão sido abertas 64 mil vagas em 1.395 escolas. No total, 533 municípios serão atendidos pelo programa.

A lista com as escolas contempladas está disponível no site da Secretaria de Educação.

Entenda

Em Abril, a Secretaria de Educação anunciou o fim do atendimento das Escolas Integrais em mais da metade das 1.600 instituições que ofertavam o programa. Apenas 500 escolas permaneceriam ofertando a modalidade de ensino, o que impactaria na vida de 111mil alunos e 9 mil professores.

A decisão causou insatisfação na população e gerou debates na ALMG. Após diversas reuniões os parlamentares apresentaram uma proposta ao Governo do Estado para manter a Escola Integral e as partes estabeleceram um acordo.