O deputado estadual Dalmo Ribeiro reafirmou, nesta segunda-feira (12/03), sua posição contrária à tentativa de privatização de Furnas, durante audiência pública realizada na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. A possível venda da empresa será votada no Congresso Nacional por meio de projeto de privatização da Eletrobras.

"Furnas é um patrimônio dos mineiros. Minas é contrária à sua venda, até por se tratar de uma questão que envolve a soberania nacional e afeta os municípios da região”, afirmou Dalmo na Comissão de Minas e Energia da ALMG.

Em agosto de 2017, o governo federal anunciou seu desejo de privatizar a Eletrobras, formada por diversas empresas, incluindo a Furnas Centrais Elétricas. Em setembro, Dalmo apresentou e requerimento para debater o tema em audiência pública, envolvendo a sociedade. Em seguida, outros deputados também solicitaram a realização da reunião.
Ainda na audiência pública de hoje, foi lançada a Frente Parlamentar contra a Privatização de Furnas.

Legado

Dalmo Ribeiro lembrou o exemplo do ex-presidente da República Itamar Franco, que, quando governou Minas, liderou movimento contra a privatização da empresa.

“Vamos percorrer os municípios, debater com a sociedade e buscar inspiração no grande estadista Itamar Franco, o maior defensor de Furnas, que nos deixou um grande legado”, afirmou Dalmo.

Mar de Minas

Ao final da audiência, Dalmo apresentou requerimento para que a Comissão de Minas e Energia realize visita técnica à usina de Furnas, para debater o processo de geração e distribuição de energia e debater os prejuízos causados pela eventual privatização.

Furnas gera cerca de 10% da energia consumida no Brasil e está presente em 15 estados brasileiros, além do Distrito Federal. Sua barragem forma um reservatório conhecido popularmente como “Mar de Minas”, que contempla 34 municípios mineiros.