Notícias

Dalmo destaca importância dos circuitos turísticos do Sul de Minas

27 março 2015

O deputado estadual Dalmo Ribeiro falou, nesta sexta-feira (26/03), sobre a importância da renovação da certificação dos oito circuitos turísticos existentes no Sul de Minas, além da criação de mais um circuito na região o “Montanhas Cafeeiras”. O deputado é autor de diversos requerimentos em prol do setor, além de duas leis que beneficiaram o turismo na região Sul.

“Vejo com satisfação que a renovação das certificações desses circuitos, já que eles reúnem cidades importantes e que possuem a atividade turística como uma forte vocação. Sempre fui defensor das ações e políticas públicas ligadas à área do turismo.”, afirmou Dalmo.

Os circuitos são formados por cidades que se unem para organizar e desenvolver a atividade turística da região, de forma sustentável. As certificações dos 46 circuitos existentes em Minas Gerais foram renovadas nesta semana. Certificado o Circuito turístico consolida uma identidade local e atende às diretrizes do Ministério do Turismo de fortalecimento da Política de Regionalização do Turismo.

Os circuitos que tiveram suas certificações renovadas na região do Sul de Minas  foram o Águas, Caminhos Gerais, Caminhos do Sul de Minas, Malhas do Sul de Minas, Montanhas Cafeeiras, Nascentes das Gerais, Serras Verdes do Sul de Minas, Terras Altas da Mantiqueira, e Vale Verde e Quedas D´Água.

Fortalecimento da atividade
Dalmo Ribeiro está no quinto mandato de deputado estadual e desde o início da sua atuação na Assembleia sempre atuou em prol do turismo e dos seus circuitos, principalmente os do Sul de Minas. O deputado também é autor da Lei 18058/2009, que declara como patrimônio cultural do Estado a rota de peregrinação Caminho da Fé, que abrange os municípios de Andradas, Ouro Fino, Inconfidentes, Borda da Mata, Tocos do Moji, Estiva, Consolação, Paraisópolis e Brazópolis.

A rota de peregrinação religiosa sai da cidade paulista de Águas da Prata e passa por nove cidades mineiras até chegar ao Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida (SP). Dos 306 quilômetros do caminho, cerca de 200 quilômetros são em Minas Gerais.

Também é do parlamentar a lei 19.104/2010 que declarou de utilidade pública a Associação do Circuito Turístico Serras Verdes do Sul de Minas, com sede no município de Extrema. Dalmo também é autor de diversos requerimentos solicitando atuações da Assembleia em favor dos circuitos.

Categorias de Notícias

Voltar ao topo