O deputado Dalmo Ribeiro participou, nesta segunda-feira (14/05), do lançamento da pré-candidatura do senador Antonio Anastasia ao Governo de Minas Gerais. Cerca de 3 mil prefeitos, lideranças políticas e da sociedade civil se reuniram em um centro de convenções em Contagem, onde Anastasia defendeu a reconstrução do futuro de Minas.

“Em um primeiro momento a minha intenção não era me candidatar. Foram muitas as conversas com diversos segmentos da sociedade, com prefeitos, lideranças de vários segmentos, que me falaram da necessidade de uma liderança com experiência para que, com essa grande força social, nós possamos reconstruir o Estado. Quem terá medo de andar por Minas com essa multidão, com essa força que hoje vocês aqui demonstram?”, afirmou Anastasia durante o evento.

Dalmo comemorou a decisão do senador Anastasia e voltou a denunciar a grave situação em que o Estado se encontra. Atualmente, o governo estadual deve mais de R$ 5 bilhões aos municípios, inclusive em transferências obrigatórias, como é o caso de verbas do IPVA e do ICMS. Foram mais de 430 prefeitos de todas as regiões de Minas presentes.

“Minas hoje convive com uma situação caótica. Os repasses da saúde e do transporte escolar não são transferidos aos municípios. A criminalidade tomou conta do interior, nossas rodovias estão abandonadas e os servidores têm seus salários parcelados e atrasados. Os recursos dos municípios não são pagos. Basta! Minas e os mineiros não merecem tamanho descaso”, afirmou Dalmo.

Sul de Minas

Anastasia assumiu a liderança do debate sobre a reconstrução de Minas Gerais em 16 de março, quando, em Ouro Fino, recebeu apelos de lideranças do Sul de Minas. Na oportunidade, prefeitos e lideranças de 70 municípios reuniram-se na casa do deputado Dalmo, que fez um apelo para que Anastasia se candidatasse novamente ao Governo de Minas.

“Anastasia é um homem íntegro, digno. O mais respeitado senador da República, além de ter sido um grande governador. Com ele, poderemos vencer a grave crise que se abateu sobre Minas e retomar o caminho do desenvolvimento. Os feitos do passado têm sido atacados e nosso presente é preocupante. Então, precisamos sim reconstruir o futuro de Minas”, afirmou Dalmo.