Notícias

Dalmo lidera movimento contra CPMF na Assembleia

27 fevereiro 2016

Para mostrar a indignação contra mais um imposto abusivo, o deputado estadual Dalmo Ribeiro protocolou, no último dia 15, documento requerendo a criação da Frente Parlamentar Contra o Retorno da CPMF.

O movimento político quer mostrar à sociedade que os deputados de Minas Gerais estão preocupados com a forte carga tributária que o cidadão é obrigado a se submeter, sem que haja os retornos esperados por parte do governo federal.

Além da classe política, a frente pretende unir os diversos atores, como entidades de classe, empresários do comércio e indústria e sociedade civil.

“É importante entender que esse aumento de tributação causa um freio no desenvolvimento econômico do nosso país, gerando aumento do desemprego e reduzindo o poder de compra do cidadão”, enfatiza Dalmo.

Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados no fim de janeiro, 1,5 milhão de empregos foram dizimados no ano passado. Isso significa 4,2 mil empregos eliminados a cada dia de 2015.

CPMF
A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 140/2015 prevê, em caráter temporário, a volta da Contribuição Provisória sobre Movimentações Financeiras (CPMF). O imposto existiu até 2007 para cobrir gastos do governo federal com projetos na área da saúde. Segundo a proposta do governo, a alíquota, de 0,20%, seria cobrada até 31 de dezembro de 2019.

Categorias de Notícias

Voltar ao topo