Notícias

Grupo de trabalho de startups realiza reunião na Assembleia

21 junho 2016

Próximo encontro será realizado em 4 de julho

Empreendedores de diversas startups mineiras se reuniram, na última segunda-feira (20/06), para a primeira reunião do grupo de trabalho que discute o Projeto de Lei 3.578/2016. O objetivo do grupo é avaliar a política estadual para o desenvolvimento local destas empresas, proposta pelos deputados Dalmo Ribeiro e Antônio Carlos Arantes. Além dos desenvolvedores e dos parlamentares, estiveram presentes o presidente da Fiemg Lab Novos Negócios, Fábio Veras, e o presidente da Câmara Regional de Comércio e Indústria Israel-Minas Gerais, Marcos Bragman.

De acordo com Dalmo Ribeiro, a matéria se encontra na Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa, mas poderá ser aprimorada com base nas contribuições do grupo. “Entregamos a proposta para dar celeridade ao processo de tramitação. Porém, com base nas sugestões recebidas, podemos apresentar emendas ou substitutivos que poderão colaborar para criação de uma lei moderna e eficiente”, explicou.

As startups são empresas que buscam explorar atividades inovadoras no mercado tecnológico, criando soluções, produtos e serviços em condições de extrema incerteza, o que faz delas um modelo de negócio diferente do tradicional. Minas Gerais tem cerca de 350 empresas focados em inovação tecnológica que cresceram 18% nos últimos seis meses, em pleno momento de crise.

Em Israel, o Estado apoia as startups incondicionalmente. E se um projeto der errado, ninguém é discriminado por isso. O fracasso de um empreendedor é considerado aprendizado e as chances de sucesso nos próximos projetos são enormes”, explicou Marcos Bragman, que se colocou à disposição para repassar a experiência israelense aos empreendedores mineiros.

Fábio Veras, da Fiemg, falou sobre a aproximação que a Assembleia está promovendo. “A Fiemg entende que a cultura de startups representa um novo paradigma de gestão, logo a aproximação entre as indústrias, startups e o poder público é muito importante”.

Com base em uma dinâmica, os participantes foram separados em três subgrupos que voltarão a se reunir em quinze dias para trazer sugestões ao projeto da política estadual de desenvolvimento local das startups.

20_06_16_GT_startup (70)

Clique aqui e veja o álbum de fotos da reunião.

Categorias de Notícias

Voltar ao topo