Notícias

Hemominas reforça importância de doação antes do Carnaval

20 fevereiro 2017

 

Com a proximidade do Carnaval, a demanda nos bancos de sangue dos hospitais de todo país aumenta e é preciso esforço para mobilizar doadores. Pensando nisso, a Fundação Hemominas lançou campanha para convocar os foliões para dar um pulo no centro de coleta, antes de irem pular carnaval. Os voluntários podem agendar horário para doação por meio do telefone 155 ou na página hemominas.mg.gov.br. Os hemocentros e postos de coleta estão presentes em várias cidades do Estado e todos eles estão listados no site da instituição.

Autor da lei 20.835/13, que incentiva o programa de doação de medula óssea em Minas Gerais, o deputado Dalmo Ribeiro é entusiasta da causa. “É um gesto de extrema importância, que deve ser repetido sempre. O voluntário ajuda sem esperar nada em troca e salva várias vidas”.

Condições para doação
O voluntário tem que atender a algumas exigências. É necessário ter entre 16 e 69 anos e pesar mais de 50kg. Os homens podem doar em um intervalo de 60 dias e as mulheres a cada 90 dias. Além disso, quem é doador de sangue ou deseja se tornar um, pode também se cadastrar, no mesmo lugar da coleta de sangue, para doar medula óssea.

Um estudo da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), publicado em 2012, traz dados sobre a doação de sangue no Brasil. Seis em cada dez doadores (59,5%) são voluntários  espontâneos, aqueles que doam sem se importar com quem vai receber o sangue. E apenas 1,8% da população do país doa sangue com regularidade, o ideal seria entre 3 e 5%.

Um aviso importante: para aqueles que tomaram a vacina da febre amarela, é preciso esperar 30 dias para realizar a doação de sangue. Para os que ainda não se vacinaram, a recomendação da Fundação Hemominas é que a doação seja feita antes de tomar a vacina.

Categorias de Notícias

Voltar ao topo