30 cidades foram escolhidas para o desenvolvimento do Plano

O deputado Dalmo Ribeiro participou na manhã desta segunda-feira (20), com o presidente da Fundação Nacional da Saúde (Funasa), Miguel Marques, e a secretária de Meio Ambiente de Minas Gerais, Marília Carvalho de Melo, da entrega dos Planos Municipais de Saneamento Básico a 30 municípios mineiros. 

O projeto foi desenvolvido por meio de uma parceria entre a Funasa, a Superintendência Estadual da Fundação em Minas e a UFMG, e consiste em capacitar gestores para a elaboração dos Planos Municipais de Saneamento Básico (PMSB), que utiliza indicadores dos serviços de saneamento básico no planejamento, implementação e avaliação da eficácia das ações em saneamento nos municípios. 

O prefeito de Estiva, Vagner Belizário, um dos beneficiados pela entrega do plano, disse que “o PMSB é o ponto de partida para alocar recursos para o saneamento, como levar água encanada para o bairros da zona rural e obras da estação de tratamento de esgoto, que tem sido cobradas por parte das autoridades ambientais”. 

 

Sobre os recursos, após a elaboração do plano, cada cidade faz a captação de verbas junto ao Governo Federal. Vagner Belizário explica que “os municípios não têm recursos em caixa para executar as obras desse porte. No entanto, o PMSB oferece diretrizes para a captação de recursos junto ao governo federal com objetivo de melhorar a saúde pública municipal”.  

O deputado Dalmo Ribeiro (PSDB) tem sido parceiro há longos anos do municípios do Sul de Minas na execução de obras de infraestrutura para o saneamento básico e analisa o encontro de forma bastante positiva. 

“Esse é o ponto de partida para que diversos municípios sejam beneficiados. A parceria entre a Funasa e UFMG vai auxiliar esses municípios no processo de construção de um plano que beneficie diretamente os municípios. Fico muito orgulhoso de Bueno Brandão, Carmo do Rio Clario, Caxambu, Cruzília, Estiva, Francisco Badaró, Itanhandu, Monte Sião, São Tomé das Letras e Turvolândia terem sido escolhidas, porque são administradas por gestores altamente competentes e comprometidos com a qualidade de vida das pessoas em suas cidades e com a governança pública”. 

Veja os municípios contemplados:

  1. Botumirim
  2. Bueno Brandão
  3. Cachoeira de Pajeú́
  4. Cana Verde
  5. Carmo do Rio Claro
  6. Catuti
  7. Caxambu
  8. Cristais
  9. Cruzília
  10. Delfinópolis
  11. Estiva
  12. Francisco Badaró
  13. Grão Mogol
  14. Guaxupé
  15. Itacarambi
  16. Itanhandu
  17. Itinga
  18. Japonvar
  19. Lambari
  20. Luislândia
  21. Manga
  22. Monte Sião
  23. Novorizonte
  24. Pai Pedro
  25. Pains
  26. Porteirinha
  27. Rio Pardo de Minas
  28. São Tomé das Letras
  29. Taiobeiras
  30. Turvolândia